29 de novembro de 2014

Livro: As Regras da Sedução - Madeline Hunter


Sinopse:

Lorde Hayden Rothwell chega à casa de Alexia Welbourne sem aviso e sem ser convidado – um homem poderoso e sedutor, movido por interesses obscuros. Sua visita anuncia a ruína financeira da família de Alexia e o fim das esperanças da jovem de um dia conseguir um bom casamento. 

Para se sustentar, a moça recebe a proposta de ser dama de companhia de Lady Henrietta Wallingford e preceptora de sua filha. O problema é que a oferta vem do sobrinho de Henrietta, ninguém menos que lorde Hayden.

Opinando:

Um Bom livro!

Tipo sessão da tarde, sabe aqueles romances bem doces, com  uma famila complicada ao extremo das duas partes, um  mistériozinho de quem roubou quem de pano de fundo, além da crise dos bancos no meio do século XIX. E o mais incrível uma mocinha durona e um mocinho apaixonado.

A história é bem simples e segue o roteirinho que está escrito nas orelhas do livro, mas nem por isso deixa de ser uma gracinha, o tipo de história que temos vontade de ler sempre que dá! 

A escrita da autora foi o que mais me surpreendeu nesse livro, sendo mais rebuscada que a escrita da Julia Quinn e fazendo alusões à epóca e suas comparações coma a antiguidade, trazendo seus personagens para diversões como visitar os museus ou dar passeios a pé em áreas em que apenas as mulheres andavam, ou perto de antigas igrejas.

Fiquei bastante curiosa a respeito da história dos pais de Hayden e do que eles provocaram nos seus irmãos, espero que a autora busque explorar isso nos outros livros, mas uma coisa que realmente não me agradou nesse livro foi a capa (o capa bem feia) e inclusive foi ela que me relutou mais ainda na hora da leitura, mas não me arrependo nem um pouco de te-la feito!

Degustação:

~> Minha nota foi 4 estrelas e eu recomendo para quem gosta de um romance gostoso, sem muitas emoções mas que te prenda até o fim na leitura!

Espero que tenha gostado do post, e queria saber a opinião de vocês, se alguém já leu ou gostaria de ler esse livro!
Beijos enormes e até o próximo post.

28 de novembro de 2014

Mimos de natal :3


Oie gente tudo bene?, hoje eu vim agradecer a Fer por ter me mandado uns mimos de natal, vieram marcadores, folhetos, um imã de geladeira e um boton extra fofo do romances de época, pra minha bolsa de botons literários (sim eu tenho uma assim), veio tbm um cartão foferrimo de Natal :3 nem preciso falar que eu amei!
Obrigada pelo carinho e dedicação!

E vocês estão ansiosos pelo natal? Eu sim... beijokas enormes :)

27 de novembro de 2014

#Quode


O Rei do Inverno - Página 497 - Palavras de Derfel

– Hoje daremos aos bardos canções suficientes para mil anos! E hoje nos tornamos homens ricos de novo!
Eles comemoraram. A emoção naquela linha de escudos era tão rica que alguns homens choraram de felicidade. Agora sei que não existe alegria maior como a de servir a Cristo Jesus, mas como sinto falta da companhia de guerreiros! Naquela manhã não havia barreiras entre nós, nada além de um amor grandioso e crescente entre cada um enquanto esperávamos o inimigo. Éramos irmãos, éramos invencíveis, e até o lacônico Sagramor estava com lágrimas nos olhos.

#BateuSaudades

26 de novembro de 2014

Dica de Livro...

Oie gente tudo bene?
Aqui tudo bem, final de semestre, ultimas provas, mas sempre tenho um tempinho para fazer um post pra vcs... hoje eu vou mostrar um livro muito legal sobre vikings que acabei ganhando do papis...
como é um livro de história em vez de resenha, eu resolvi trazer umas fotinhos pra vcs...
Espero que gostem!
Capa








Eu achei um livro bastante introdutivo no assunto de vikings... eu até mesmo pro ser leiga sobre o povo, achei que trouxe informações preliminares claras e diretas.. e eu recomendo para quem deseja se aprofundar no povo!
Beijocas e até próximo post :3

25 de novembro de 2014

Livro: O médico e o monstro - R.L Stevenson


Sinopse: 

As suspeitas começaram quando Mr. Utterson, um circunspecto advogado londrino, leu o testamento de seu velho amigo Henry Jekyll. Qual era a relação entre o respeitável Dr. Jekyll e o diabólico Edward Hyde? Quem matou Sir Danvers, o ilustre membro do parlamento londrino?

Assim começa uma das mais célebres histórias de horror da literatura mundial. A história assustadora do infernal alter ego do Dr. Jekyll e da busca através das ruas escuras de Londres que culmina numa terrível revelação.

O escocês Robert Louis Stevenson é considerado um dos maiores escritores da literatura mundial. Inexcedível no gênero de romances de aventuras, é autor de A ilha do tesouro, um dos livros mais célebres de todos os tempos (1883). O médico e o monstro é um clássico entre os clássicos de horror e mistério. Stevenson escreveu ainda O raptado, As aventuras de David Balfour, O morgado de Ballantrae, entre outros.

Opinando:

Esse é um daqueles livros que eu posso começar contando a vcs que eu adorei, me apaixonei!

Tanto pela escrita do autor, pela forma com que os personagens são pincelados a nós assim como a forma com que a história vai se formando em relatos.

Acho que todos conhecem a história do médico e o monstro, afinal ela foi tema de vários filmes e desenhos animados, é sobre um médico que cria uma porção capaz de separar o bem do mal, e assim conseguir libertar um lado seu que até então era reprimido por uma boa personalidade e excelente índole.

Uma das coisas que mais me chamara a atenção é a forma que a história vêm sendo construída através de relatos tidos de terceiros sobre um personagem londrino no minimo estranho, que acaba por chamar a atenção das pessoas pela sua falta de tato, e pela sua crueldade.

Como na forma de um romance policial clássico, o autor vai nos dando pistas sobre o que realmente está acontecendo e quem seria o misterioso monstro! A partir dessas pistas lá pelo meio da história começamos a supor o que aconteceu, ai vocês me perguntam porque perder tempo lendo u clássico que já descobrimos o fim no meio? A resposta é bastante simples pela genialidade da explicação, inclusive pela "filosofia" do dr Jekyll ao explicar o porque de suas decisões o que torna a leitura simplesmente envolvente.

Eu posso dizer que li esse livro numa fase boa de minha vida, aonde posso refletir sobre um lado bom e um lado ruim, essa dualidade que todo o ser humano têm inclusive, passa a ser questionada pelo autor, o que dá a obra uma magnitude extraordinária, com toda a certeza um livro pra ser relido.

Minha nota foram as 5 famosas estrelas! e mais um coração de favorito =)

E que tal deixar algum comentário sobre quem leu ou pretende ler, gostaria muito de ter alguém para conversar sobre esse livro! Afinal foi simplesmente surpreendente! Tanto que já coloquei na minha listinha de leitura os demais livros do autor!

Beijos e até o próximo post!



24 de novembro de 2014

23 de novembro de 2014

Livro: A Tentação do Guerreiro - Margo Marguire


Sinopse - A Tentação do Guerreiro - CHE 319 ( Temptation of the Warrior ) - Margo Maguire

Nortúmbria, 981

Uma nova terra. Um novo tempo... Um novo amor.

Merrick Mac Lochlainn precisa viajar quase mil anos para o futuro, para descobrir a mágica capaz de proteger seu clã de um grande mal. Porém, ao acordar na Inglaterra do século XIX, ele não se lembra de sua missão, e tampouco reconhece Jenny Keating, a jovem linda e graciosa que afirma ser sua esposa...

Vulnerável e sozinha, e fugindo de um homem cruel, Jenny nunca imaginou que seria salva por um galante cavalheiro, muito menos um guerreiro bonito e charmoso. Atraída pela beleza máscula e pelo jeito misterioso de Merrick, Jenny dá início a uma farsa perigosa e se faz passar por esposa dele. Porém, seus sentimentos nada têm de fictícios, ao contrário, são reais e intensos, até demais... E, juntos, eles terão de combater uma terrível ameaça, que põe em perigo as suas vidas, ao mesmo tempo que têm de lidar com uma paixão forte demais para resistir...

Opinando...

Esse é um daqueles livrinhos que te proporcionam uma ótima diversão, perfeito para se ler após ler um livro mais complexo ou um livro triste.

Pois essa história lembra muito uma comédia romântica com toque de magia e mistério!

Foi uma leitura bem rápida até em dois dias, na qual o primeiro capítulo já chega, chagando (lá tá a pessoa tentando se expressar!). O mocinho sai da sua terra de magia e acaba salvando a mocinha de ser assaltada e violentada, mas durante a luta ele acaba levando um tiro e uma bela pancada na cabeça o que provoca a sua perda de memoria, assim eles são ajudados pro ciganos em troca do conhecimento da escrita da mocinha, e sinceramente essa foi uma das partes mais legais do livro aonde a autora acaba por intercalar os seus conhecimentos históricos dos ciganos com o mundo de magia que ela criou.

Outra coisa que adorei foi a mistura de guerreiros medievais, contos arthurianos, e de século XIX na leitura, assim falando parece ate que ficou meio confuso mas na verdade não, pois durante a leitura ela soube intercalar maravilhosamente bem os dois grandes cenários.

Eu recomendo a leitura como uma boa diversão... 4 estrelinhas :D

Beijos e bom domingão


22 de novembro de 2014

Poesia: Engraçado...


Engraçado, como as coisas são, de um dia para outro
Tudo mudou,
Eu sinto falta de coisas que talvez
Hoje não existem...

Eu queria ter a oportunidade
De desejar que você sinta as mesmas saudades
Que eu por ti senti...
Que eu por ti vivi!

Seus olhos me vieram, hoje como numa noite ...
Olhei para o céu...
Trovões e relâmpagos acabaram por me iluminar
Eu desejaria apenas voltar
E te adorar...

Tanto tempo hoje passou...
Tantas coisas que vivi...
Tudo aquilo que sofri...
...e hoje eu estou apenas sofrendo...
Por causa de você!

30 - outubro - 2014


21 de novembro de 2014

#Desejados da vez


As capas mais bonitas de sempre....
Essa série tá sendo relançada pela saída de emergência, mas admito que gosto mais das capas da Rocco!
E vocês qual preferem?

19 de novembro de 2014

Novo clip do Lordi : Scare force one

video

Oi gente eu consegui esse clipe novo no youtube, mas ele não está disponível para compartilhamento, por isso fiz up dele para o blog! Espero que gostem e deixem sua opinião se gostara, bjokas enormes!


17 de novembro de 2014

15 de novembro de 2014

Cada..

"Cada um cada um
Cada coisa uma coisa..
Cada dia... uma escolha,
Cada um... cada um
Cada coisa, uma coisa...
Cada vida...
Cada dia...
Cada escolha...
Cada escolha!"

13 de novembro de 2014

12 de novembro de 2014

....


"...e quando eu for um nada..
e quando a tristeza não ser mais do que uma palavra...
não é a toa que a dor rima com o amor
não é a toa que depois de todas as tempestades temos
a calmaria...
calmaria.!"

11 de novembro de 2014

Livro: Os segredos de Colin Bridgerton - Julia Quinn


Sinopse - Os Segredos de Colin Bridgerton - Familia Bridgerton - Livro 04 - Julia Quinn

Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres. 

Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade. 

Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum. 

Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente. 

No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz. 

Em Os segredos de Colin Bridgerton, quarto livro da série Os Bridgertons, que já vendeu mais de 3,5 milhões de exemplares, Julia Quinn constrói uma linda história que prova que de uma longa amizade pode nascer o amor mais profundo.

Opinando... 

Lá vou eu conversar com vocês sobre mais um livro da série da Julia Quinn, como os demais da série (para aqueles que ainda não leram são: O duque e eu, O visconde que me amava e Um perfeito cavalheiro) este segue as mesmas linhas dos demais.

No começo conhecemos a história da Penelope que já é uma figura conhecida dos demais livros sempre perto da família e melhor amiga de Eloise, conhecemos o sonhos dela, suas esperanças, e a sua admiração por Colin.

Foi um começo e um meio de livro muito bons, ao qual a historia vai se desenrolando aos poucos e de forma super romântica e fofa, mas admito que para mim perdeu um pouco da graça quando é revelado o grande segredo dos livros. Já tinha formado a ideia de quem seria a perfeita Lady fofoqueira que fez a entrada de todos os capítulos dos outros livros da série e me chateie um pouco com a autora, por ela não ter coloca alguma passagem de diário, ou uma antiga coluna das cronicas da sociedade, pois na minha singela opinião a Lady Anonima era o que Julia Quinn têm mais parecido com Jane Austen, aquele toque mordaz, capaz de te fazer pensar e ler nas entre linhas.

No geral foi um livro mediano daqueles que se tornam uma boa diversão, principalmente pela intercalação na narração entre o mocinho e a mocinha, apesar de Colin não ser meu mocinho favorito, pois acho ele um pouco confuso e sem atitude, além que a autora não soube da a ele uma oportunidade de ter uma personalidade unica como deu aos demais mocinhos, mas pelo menos ele não é chato que nem o Antony (hahahahahaha - acabei de perder alguns leitores).

Foi um livro 3 estrelas e recomendo pra quem gosta de séries, mas principalmente para quem  gosta de livros que se passam na época da Regência!

Beijos a todos e se gostaram do post que tal deixar um comentário fofo!
Até o próximo post ...

8 de novembro de 2014

Texto: Vocês Leem em ônibus?

Foto de livro no ônibus :3
Na ultima vez que peguei o ônibus, eu conclui um livro e não tinha nenhum outro para ler dentro da bolsa, normalmente quando estou quase acabando um livro eu levo outro para caso de acabar e não ficar sem ter o que ler, tipo uma estepe de pneu, mas nesse dia por acaso eu não tinha.

Devo admitir que sou uma leitora de ônibus bastante frequente, e que isso me distrai e considero um tempo bem útil, ainda mais depois que fiz umas capinhas fofas pra carregar os livros... (o post delas chega em breve prometo). Mas nesse dia tive a oportunidade de ver que eu era a unica pessoa que lia no ônibus, a partir desse dia comecei a prestar mais atenção, e a cada dia que se passava percebi com mais difícil que seja, que eu sou uma das únicas pessoas que leem em ônibus aqui na cidade.

Eu normalmente utilizo de dois ônibus por dia, da mesma empresa, mas de vez enquanto eu acabo pro utilizar outras empresas para bairros mais afastados, mas admito que o livro é sempre meu maior companheiro junto com os fones de ouvido!

Eu gostaria de saber de outras opiniões e se vocês em suas cidades costumam ver pessoas lendo em ônibus, se gostam, se sentem bem.

Eu vejo que o tempo, de leitura aumentou, que a partir de começar a ler em ônibus consegui ler mais livros e com mais qualidade de concentração, pois é muito diferente ler em casa tranquilamente com um café, do que em um ônibus em movimento com pessoas falando e argumentando, eu acho que isso me fez também prestar atenção nas palavras e em seus significados, além de que eu gosto muito de esse tempo ser bem utilizado!

É isso, gente , deixe nos comentários a sua opinião!
Beijocas :-) 

7 de novembro de 2014

Livro: Dois destinos - Margaret Moore


Sinopse - Dois Destinos - Harlequin Históricos, 67 - A lover's kiss - Margaret Moore

Espião durante as Guerras Napoleônicas, sir Douglas Drury é um homem marcado pela desconfiança. De seu terrível passado, ele ainda carrega cicatrizes e inimigos. Ao ser emboscado em uma ruela de Londres, sir Douglas é inesperadamente salvo da morte certa. Contudo, logo sua gratidão se transforma em desa pontamento. Sua vida foi salva por uma mulher... e francesa! 

Juliette Bergerine sempre procurou ser discreta. Mesmo assim, sua vida está em perigo. E agora, ela e Drury precisam buscar refúgio em uma mansão em Mayfair. Uma vez lá, a convivência forçada acaba por transformar o antagonismo inicial em um inesperado fascínio... e uma irresistível atração.

Opinando...

Que livro delicioso, daqueles que temos vontade de sentar e ler ele inteirinho com uma boa dose de xícara de café! pois o livro tem tudo o que um bom livro de romance deve ter: romance doce  e super bem construído, um toque de mistério, um pano de fundo histórico super bem construído, termos da época, notas de rodapé com frases em francês que têm um sentido todo especial dentro da história.

Já viram que eu adorei!

O inicio já mostra a que veio, porque no prologo a mocinha já salva o mocinho, e com um saco de batatas. E a partir dai a Margaret acaba por construir a personalidade do casal de uma forma em que descobrimos que eles eram mais do que o que estavam por trás da faixa.

Outra coisa, que eu adoro nos livros da autora é que ela constroem a história aos poucos, aonde os personagens principais, são formados aos poucos e nesse caso temos um pequeno triangulo amoroso. E desse triangulo nos deparamos com situações que realmente podem acontecer com qualquer um, a ilusão de que nos apaixonamos por alguém, ou simplesmente gostamos da companhia.

Sabe eu não esperava muito desse livro, mas quando comecei a ler as divagações de Juliette é que vemos o quanto a personagem principal da trama é complexa e que em muitos momentos ela pode ser, qualquer uma das mulheres,que não têm, esperança.

Minha nota foi 5 estrelas com mais um favorito, e uma forte recomendação a todos que querem ler um bom romance, e não esqueçam um café!

Beijocas enormes e até o próximo post.